quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Fim de óculos e lentes: implante pode deixar visão 3 vezes melhor

Uma empresa do Canadá está desenvolvendo um dispositivo que poderá substituir óculos e lentes com um implante rápido no olho.
A Ocumetics, criou um a Ocumetics Bionic Lens, são lentes biônicas pode ser implantadas no olho em uma micro cirurgia de apenas 8 minutos. 
(vídeo abaixo)
O implante usa uma solução salina para lavar a lente no olho com uma seringa. Após 10 segundos, a lente se abre, movendo-se sobre a lente natural do olho.
O material do dispositivo não afeta a fisiologia do olho e torna a visão até três vezes melhor.

Uma placa, por exemplo, que uma visão saudável não enxerga a 10 metros, poderá ficar nítida a 30 metros de distância.
O gadget promete ainda acabar com os sintomas de dores de cabeça e desconforto enfrentados por pessoas que assistem a filmes 3D.
O Dr. Garth Webb, que é o CEO da Ocumetics Technology Corporation, passou os últimos oito anos e gastou cerca de US $ 3 milhões – quase R$ 10 milhões – pesquisando e desenvolvendo a Bionic Lens, obtendo patentes internacionais e garantindo uma fábrica biomédica em Delta, British Columbia, EUA.

Os esforços de Webb culminaram em sua apresentação recente da lente a 14 oftalmologistas superiores em San Diego um dia antes de uma reunião anual da sociedade americana da catarata e da cirurgia refractiva.
O Dr. Vincent DeLuise, um oftalmologista que ensina na Universidade de Yale e no Weill Cornell Medical College, em Nova York, disse que os cirurgiões, do Canadá, dos Estados Unidos, da Austrália e da República Dominicana, ficaram impressionados com o que ouviram e alguns serão envolvidos em ensaios clínicos da invenção “muito inteligente” da Webb.

O implante
O processo de implante de oito minutos é indolor.
Ele pode ser feito em um consultório ambulatorial, usando uma solução salina para lavar a lente no olho com uma seringa. Após 10 segundos, a lente se abre, movendo-se sobre a lente natural do olho.
De acordo com a CBC, a Ocumetics não revela detalhes sobre a tecnologia por trás de seu produto.

Ele depende de ensaios clínicos em animais e, em seguida, em olhos humanos cegos para levar suas lentes biônicas ao mercado.
A empresa estima que o dispositivo estará á venda em 2017, começando pelo Canadá e depois em outros países, dependendo de processos regulatórios locais, diz Webb.
Veja como o gadget funciona: